Toyota Corolla Cross: novos flagras dão base para projeções do futuro SUV nacional


Modelo começa a aparecer com mais intensidade em testes na Tailândia; lançamento no Brasil será em 2021

Conforme a Toyota intensifica os testes do futuro Corolla Cross na Tailândia, aumenta a possibilidade de flagras do modelo pelas ruas do país. Na semana passada, uma foto indiscreta no que parece ser dentro da própria fábrica mostrou mais do que devia: uma unidade sem disfarce algum, coberta apenas com um pano, revelou que a traseira será muito semelhante à do RAV4. Faltava a dianteira, ainda não fotografada nem no carro de testes camuflado. Não falta mais... 
E a primeira foto da frente mostra que, apesar da semelhança com outros Toyota, terá identidade própria, sendo marcada pela linha superior da grade mais alta que a linha dos faróis, o que pretende dar uma aparência mais imponente ao SUV. Bem diferente da dianteira baixinha e de faróis afilados que vemos no Corolla, que vai emprestar a base mecânica ao modelo. 
De posse dessas imagens de flagra, o designer digital Jonathan Machado, da página CARWP no Instagram, fez as projeções mais fiéis até o momento - pelo menos até que a dianteira apareça sem as coberturas. Se o RAV4 foi a inspiração para a parte traseira do Corolla Cross, a dianteira já revela um pouco mais de linhas próprias, misturando alguns elementos do Raize japonês (carro azul acima) e do Yaris Cross europeu, com destaque para a grade em forma de trapézio.    
O Corolla Cross será o novo SUV médio global da Toyota, se posicionando abaixo do RAV4 em diversos mercados, inclusive o brasileiro. O modelo já tem produção confirmada para a fábrica de Sorocaba (SP), que recebeu investimentos da ordem de R$ 1 bilhão para fazer este novo SUV a partir de 2021. Por aqui, seu principal concorrente será o Jeep Compass. 
Desenvolvido a partir da plataforma modular TNGA, que serve ao Corolla, o SUV terá exatamente as mesmas mecânicas do sedã: 2.0 flex de 177 cv ligado ao câmbio CVT de 10 marchas, e 1.8 híbrido flex de 122 cv ligado ao câmbio CVT convencional, sempre com tração dianteira. Informações vazadas na Tailândia dão conta de que o entre-eixos será igual ao do Corolla, com 2,700 m, porém, com menor comprimento (4,460 m) e maior altura (1,615 m).
Uma lista com possíveis equipamentos também já começou a circular entre a mídia tailandesa, e parece promissora: nova central multimídia com tela de 9” compatível com Android Auto e Apple CarPlay, rodas de liga leve de 17” (18” nas versões mais caras), ar-condicionado automático, faróis em LED com projetor, sensor de ponto cego, alerta de tráfego cruzado, abertura do porta-malas por comando elétrico e gestos, controle de cruzeiro adaptativo e câmera 360°, entre outros recursos.
O Corolla Cross é um dos dois SUVs que a Toyota planeja fazer no Brasil a curto e médio prazos. O segundo é um modelo menor, baseado no Raize japonês, mas que ainda aguarda o sinal verde da matriz para começar a ter seu projeto tocado por aqui. 

Por: Motor1
Fotos: reprodução internet
Projeções: Jonathan Machado

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Toyota Hilux 2021

O mistério do Suzuki Jimny de 5 portas que ninguém viu