Novo Corolla híbrido chega ao Brasil agora em 2019

O sedã médio mais vendido do país ganha sua 12ª geração no segundo semestre. 

Será produzido em Indaiatuba (SP) sobre a nova plataforma global TNGA e adotará o estilo do modelo que roda em mercados orientais. 

Tem ousadias, como o conjunto ótico que parte do filete que faz as vezes de grade central e cresce para as pontas, em um desenho que lembra asas. 

Capô curto e abaulado e a grade bocão em forma de trapézio dão o tom da dianteira do novo Corolla. 
Na parte de trás, elementos horizontais e lanternas pontiagudas que remetem a outros modelos do fabricante. Já a linha de cintura não foge muito ao clássico que se espera do sedã médio. 
No caso, o propulsor 1.8 de ciclo Atkinson, que no Brasil será flex, atua junto a um motor elétrico para entregar uma potência combinada de 122 cv e 14,5 mkgf de torque. 

Por aqui, a potência pode ser aumentada com uso de etanol. A versão de entrada com essa motorização na Europa tem preço inicial de 21.750 euros – pouco mais de R$ 91.000. 

Já o 2.0 híbrido europeu rende 180 cv. Consumidores do Velho Continente também poderão optar por um 1.2 turbo e um 1.6 naturalmente aspirado, ambos a gasolina. 

Os brasileiros terão à disposição uma configuração com um novo propulsor 2.0 de quatro cilindros flex, acoplado a câmbio CVT de 10 marchas com engrenagem para auxiliar a arrancada. Versões de entrada devem seguir contando com o velho 1.8 quatro cilindros flex.

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Toyota Hilux 2021

Toyota Corolla Cross: novos flagras dão base para projeções do futuro SUV nacional

O mistério do Suzuki Jimny de 5 portas que ninguém viu