Pular para o conteúdo principal

Mercedes-AMG C63

Os modelos Classe C são os mais vendidos da Mercedes-AMG, pelo que, para manter este sucesso, a marca renovou as propostas C 63 e C63S. Disponíveis nas variantes Cabriolet, Coupé, Limousine e Station, os automóveis apresentam um habitáculo retocado e contemplam alterações estéticas a nível do exterior. Os diferentes níveis de potência, de 477cv e 510cv, ficam a cargo do motor biturbo V8 de 4.0l. As novidades serão lançadas no mercado europeu em novembro.

No que respeita às alterações estéticas, os Mercedes-AMG C63 renovados incorporam uma redesenhada grelha do radiador, que “destaca a identidade da marca e realça uma aparência musculada”, um pára-choques dianteiro retocado e uma traseira renovada graças, entre outros detalhes, à remodelação dos revestimentos das duplas ponteiras de escape. Estas são apenas algumas das alterações presentes nos modelos, que foram alvos de otimizações a nível aerodinâmico, enfatiza o fabricante germânico.

Para o habitáculo, a receita das renovações passou pela inclusão de um painel de instrumentos totalmente digital, com os “inconfundíveis ecrãs” da Mercedes e a nova geração de volantes AMG. A especificação de série inclui o equipamento clássico desportivo com revestimento preto dos bancos em pele sintética Artico/microfibra Dinâmica, combinado com o acabamento lacado preto/alumínio de grão longitudinal fino. Os clientes poderão escolher os opcionais de revestimento em madeira porosa de carvalho com acabamento em antracite, madeira porosa de nogueira, entre outras combinações. Os opcionais bancos AMG Performance incluem várias funcionalidades, como é exemplo a climatização.

Como referido, o motor escolhido para alimentar todas as variantes do C63 e C63s foi o bloco biturbo V8 de 4.0l. Nas versões C63, este propulsor desenvolve 476cv e 650Nm de binário, números que ascendem aos 510cv e aos 700Nm de binário nas versões C63 S.