Pular para o conteúdo principal

Mercedes-AMG C63

Os modelos Classe C são os mais vendidos da Mercedes-AMG, pelo que, para manter este sucesso, a marca renovou as propostas C 63 e C63S. Disponíveis nas variantes Cabriolet, Coupé, Limousine e Station, os automóveis apresentam um habitáculo retocado e contemplam alterações estéticas a nível do exterior. Os diferentes níveis de potência, de 477cv e 510cv, ficam a cargo do motor biturbo V8 de 4.0l. As novidades serão lançadas no mercado europeu em novembro.

No que respeita às alterações estéticas, os Mercedes-AMG C63 renovados incorporam uma redesenhada grelha do radiador, que “destaca a identidade da marca e realça uma aparência musculada”, um pára-choques dianteiro retocado e uma traseira renovada graças, entre outros detalhes, à remodelação dos revestimentos das duplas ponteiras de escape. Estas são apenas algumas das alterações presentes nos modelos, que foram alvos de otimizações a nível aerodinâmico, enfatiza o fabricante germânico.

Para o habitáculo, a receita das renovações passou pela inclusão de um painel de instrumentos totalmente digital, com os “inconfundíveis ecrãs” da Mercedes e a nova geração de volantes AMG. A especificação de série inclui o equipamento clássico desportivo com revestimento preto dos bancos em pele sintética Artico/microfibra Dinâmica, combinado com o acabamento lacado preto/alumínio de grão longitudinal fino. Os clientes poderão escolher os opcionais de revestimento em madeira porosa de carvalho com acabamento em antracite, madeira porosa de nogueira, entre outras combinações. Os opcionais bancos AMG Performance incluem várias funcionalidades, como é exemplo a climatização.

Como referido, o motor escolhido para alimentar todas as variantes do C63 e C63s foi o bloco biturbo V8 de 4.0l. Nas versões C63, este propulsor desenvolve 476cv e 650Nm de binário, números que ascendem aos 510cv e aos 700Nm de binário nas versões C63 S.


Mais visitados

BMW 320i 2019

A nova BMW 320i 2019 chega às lojas com novidades e mudanças, graças a nova geração. A série 3 da BMW, é a linha de entrada dos carros de luxo dos modelos sedan da montadora alemã BMW, e está sendo produzida já há seis gerações. Mas o mais curioso da BMW série 3, é que os carros que a compõem vão desde o sedan mais comum como é mais conhecido no Brasil, a BMW 320i, até um carro com performance esportiva que também compõe a linha ”M” da BMW, que é a linha esportiva da montadora, a BMW M3.

A BMW 320i, é um sedan muito desejado, até mesmo na sua geração anterior que por ter um preço menor, é procurado pelos clientes para que possam ter o prazer de dirigir uma BMW.
Na nova BMW 320i 2019, o motor vai ficar mais potente, que assim como a BMW X1, terá versões com o xDrive, que é a tração 4×4, e nos modelos sem esse recurso, a tração será traseira, uma ótima notícia para um carro como esse. O modelo 2019 também terá uma carroceria completamente diferente, mais leve, e mais aerodinâmica, garantin…

Citroën C4 Cactus de entrada terá rodas de aço e câmbio manual

O Citroën C4 Cactus segue em testes às vésperas do lançamento no Brasil Sem sensor de estacionamento ou faróis de neblina, versão Live recebeu motor 1.6 16V aspirado com até 122 cv e câmbio manual de cinco marchasA unidade tem rodas de aço, calotas com acabamento cinza, rack de teto simplificado, maçanetas e capa dos espelhos sem pintura e também fica devendo os faróis de neblina no para-choque.Só que a principal novidade em relação à versão topo de linha será o motor 1.6 16V aspirado flex com até 122 cv e 16,4 mkgf – o mesmo que equipa C3 e Aircross, além dos Peugeot 208 e 2008. Segundo o Inmetro, essa configuração com câmbio manual de cinco marchas tem nota C de eficiência energética, com médias de 11 km/l na cidade e 12,5 km/l na estrada (ambas com gasolina). Por Quatro Rodas

Bugatti Veyron

O Bugatti Veyron Super Sport não é o carro de produção mais rápido do mundo. De acordo com o Guinness World Records, o modelo infringiu uma regra quando quebrou o recorde, em 2010. É que o modelo vendido pela marca é diferente do modelo que atingiu os 431 km/h. Para o público, o carro é oferecido com um limitador de velocidade, que restringe a velocidade máxima em 415 km/h. “Como o limitador de velocidade do carro foi desativado, esta modificação foi contra o regulamento oficial. Consequentemente, o recorde de 431,072 km/h não é mais válido”, declarou Jaime Strang, diretor de relações públicas do Guiness, ao jornal britânico The Sunday Times. Já a Bugatti discorda da decisão e disse que os carros são equipados com limitador de velocidade apenas por segurança. 
O Hannessey Venom GT deverá assumir o posto de carro de produção mais rápido do planeta. O esportivo alcançou a marca de 427 km/h em fevereiro e foi, inclusive, com este número que a preparadora entrou com um pedido oficial reivi…

Mitsubishi Outlander PHEV renova-se para 2019

Disponível no mercado brasileiro somente com motorizações a gasolina e turbodiesel, o Mitsubishi Outlander conta com uma configuração híbrida de carregar na tomada há mais tempo no ativo acaba de se renovar, mas por enquanto só lá fora. À renovação conta com novos faróis de nevoeiro e uma grelha com maior personalidade, mas no entanto, a renovação é mais profunda do que parece. Há um novo motor 2.4 a gasolina, agora com ciclo Atkinson, e um novo motor elétrico no eixo traseiro. O motor elétrico dianteiro mantém-se inalterado. Toda a eletrónica foi revista com o objetivo de melhorar a experiência de condução. A suspensão também foi afinada, tal como a direção, agora mais ligeira e agradável de utilizar em cidade. Uma nova bateria com 13,8 kWh aumenta a velocidade máxima do modo EV para os 135 km/h e permitindo uma autonomia de 35 km no modo elétrico. Dados de potência, torque e desempenho, porém, ainda não foram divulgados.A nova linha do crossover híbrido da Mitsubishi será apresentada …

BMW Série 3 2019

A nova BMW 320i 2019 chega às lojas com novidades e mudanças, graças a nova geração. A série 3 da BMW, é a linha de entrada dos carros de luxo dos modelos sedan da montadora alemã BMW, e está sendo produzida já há seis gerações. Mas o mais curioso da BMW série 3, é que os carros que a compõem vão desde o sedan mais comum como é mais conhecido no Brasil, a BMW 320i, até um carro com performance esportiva que também compõe a linha ”M” da B
A BMW inovou na série 3, já que foi o primeiro carro da série a usar o sistema de direção elétrico, e um motor de três cilindros com turbocompressor. Em 2019 vai chegar no mercado um conceito bem renovado da nova BMW SÉRIE 3 2019, já que esse é o ano que a nova sétima geração do carro chegará ao mercado, e está gerando muitas expectativas principalmente no mercado norte-americano onde a novidade deve chegar mais cedo, o mercado onde a BMW lançou o carro para retomar a supremacia no mercado dos sedans médios de luxo. Nos Estados Unidos a nova geração do …